08 Mitos que deram origem a super-heróis da Marvel e da DC

Wow, Superman e Hulk tem muito em comum com a Mitologia Grega

Quem nunca sonhou em ter superpoderes? É uma fantasia tão antiga quanto a própria humanidade.

Super-heróis já existiam muito antes de histórias em quadrinhos os popularizarem e do cinema transformar figuras como Homem-Aranha, Super-Homem e Mulher-Maravilha em máquinas de fazer dinheiro.

Milhares de anos atrás, gregos, romanos, nórdicos, indígenas americanos e centenas de outras culturas já criavam seus heróis com poderes sobre-humanos.

Na verdade, muitos de nossos super-heróis contemporâneos, suas características e habilidades foram inspirados nesses personagens clássicos e, em alguns casos, foram copiados diretamente, como o Thor, da Marvel.

Descubras os superpoderes míticos que deram o caminho das pedras à Marvel e à DC:

1. Força sobre-humana (como o Hulk)

O herói Hércules é a estrela de histórias em quadrinhos da Marvel e de um personagem com o mesmo nome em um desenho animado da Disney, mas a lenda do Hércules na verdade tem milhares de anos.

Rebatizado pelos romanos, originalmente ele era um semi-deus da antiga Grécia chamado Héracles.

Filho de Zeus com a bela mortal Alcmene, ele nasceu com força e energia sobre-humanas.

Entre outros feitos notáveis, Héracles/Hércules completou 12 missões impossíveis, matou diversos monstros, segurou o firmamento por um tempo (para dar um descanso a Atlas), ganhou todas as categorias nos primeiros Jogos Olímpicos e até lutou e derrotou a própria Morte.

2. Uma fraqueza fatal (como a kryptonita para o Super-Homem)

Hércules, da mitologia grega, tinha força sobrehumana muito antes do Hulk
Hércules, da mitologia grega, tinha força sobrehumana muito antes do Hulk

Filho do rei grego Peleus e da ninfa do mar Thetis, Aquiles era a estrela de sua geração… Mas todo super-herói tem que ter uma fraqueza, senão qual a graça?

O Super-Homem tem a kryptonita, o Wolverine tem a espada Murasama e a Mulher/Maravilha original perdia todos os poderes se… tivesse os braceletes amarrados juntos por um homem (lembrando que sua primeira aparição foi em 1941).

Aquiles foi o herói da Guerra de Tróia e o maior dos guerreiros da mitologia grega, mas ele também tinha uma fraqueza simples. Sim, era o seu calcanhar.

Quando bebê, uma profecia preveu que ele morreria jovem.

Com medo da profecia, sua mãe foi até o submundo para mergulhar o filho no rio Estige, que dava poderes de invulnerabilidade. Mas como ela o segurou pelo calcanhar, essa parte de seu corpo ficou seca.

Em algumas das versões da lenda de Aquiles, ele é morto por uma flecha que atinge seu calcanhar – embora isso não aconteça na Ilíada, a principal fonte de sua história.

Foi essa lenda que deu origem à expressão “calcanhar de Aquiles”, que significa um ponto de fraqueza em alguém que em geral é forte.

3. Inteligência e esperteza (como o Batman)

Odisseu é o lendário rei de Ítica, mais conhecido como o herói da Odisséia – que conta a história da viagem de dez anos do herói de volta para casa depois da Guerra de Tróia.

Odisseu enfrenta muitos desafios e problemas no caminho, mas assim como Batman, ele vence os adversários usando sua esperteza e inteligência.

Quando ele é capturado pelo ciclope Polifemo, um gigante de um olho só que engole vários de seus homens, Odisseu diz a Polifemo que seu nome é “ninguém”, depois convence o gigante a beber até cair e o cega usando um espeto de madeira. Polifemo grita de dor, mas quando os outros cíclopes perguntam o que aconteceu, ele responde “ninguém me cegou!”

Seu amigos pensam que ele está louco, e Odisseu e sua tripulação conseguem escapar.

4. Mágica (como a Feiticeira Escarlate)

circe

Muitos dos super-heróis modernos tem superpoderes derivados da magia.

No universo cinematográfico da Marvel, a Feiticeira Escarlate controla a magia do caos e manipula probabilidades, e o doutor Estranho aprende as artes místicas quando suas mãos são feridas gravemente em um acidente.

Nos quadrinhos, a heroína Mística, dos X-Men, pode ler as emoções de seus inimigos e manipular sombras para atacá-los (além de poder se transformar em qualquer pessoa).

Mas muito antes desses personagens, havia Circe, a deusa da feitiçaria mais poderosa da mitologia grega.

Circe tinha habilidade de transfiguração e ilusionismo, e foi exilada para um ilha mítica com muitas ninfas de companhia.

Através de seu profundo conhecimento de poções e ervas e com o uso de seu cajado mágico, ela transformava seus inimigos – ou qualquer pessoa de quem não gostasse – em monstros e animais.

Foi assim que transformou a bela ninfa Cila em uma criatura de seis cabeças e doze tentáculos que devorava marinheiros.

E quando Odisseu visitou sua ilha, Circe não pensou duas vezes antes de transformar sua tripulação em porcos.

5. Mulheres guerreiras (como a Mulher-Maravilha)

Amazonas e gregos em uma luta épica
Amazonas e gregos em uma luta épica

Na mitologia grega, as Amazonas são uma tribo de mulheres guerreiras fortes, habilidosas e corajosas – que lutavam de igual para igual com guerreiros homens.

As Amazonas são a inspiração para a princesa Diana de Themyscira, a Mulher-Maravilha, da DC.

Nas primeiras histórias de origem da heroína , ela foi esculpida por sua mãe, a Rainha Hipólita, e abençoada com habilidades e poderes dos deuses gregos.

Mas nas versões mais recentes a DC mudou sua história para que ela fosse filha de Deus.

Então, agora ela não só descende de uma linha de Amazonas poderosas como é uma semi-deusa.

6. Identidade secreta (como o Super-Homem)

A imagem de Eros mudou muito ao longo dos séculos

O deus romano Cupido – conhecido como Eros para os gregos antigos – é uma das divindades mais reconhecíveis da antiguidade clássica.

Assim como muitos heróis famosos, Cupido mantinha suas habilidades supernaturais (e suas asas) em segredo de sua própria mulher, Psiquê. Ele saía cedo de casa e quando voltava, à noite, insistia que as luzes estivessem apagadas quando ele entrava no quarto dela – simples.

Sua imagem na Grécia do período clássico não era a de um anjinho gordinho com cara de menino, mas de um jovem esbelto e sensual. Sua representação começou a mudar no período helenístico, que começou depois de 323 d.C.

7. Invisibilidade (como a Mulher Invisível, do Quarteto Fantástico)

Perseu usou seu escudo e o elmo de Hades
Perseu usou seu escudo e o elmo de Hades

A invisibilidade é outra habilidade de heróis, como a Mulher Invisível, do Quarteto Fantástico.

Assim como ela, o semi-deus Perseu usou a invisibilidade para enganar a Medusa, uma górgona (monstro grego de aspecto feminino).

Ele foi enviado para trazer sua cabeça, mas era uma tarefa quase impossível, já que o olhar da besta transformava as pessoas em pedra.

Ele então se armou com o elmo de Hades, que conferia invisibilidade a quem o usasse, e se aproximou do covil da Medusa enquanto ela dormia.

Olhando-a através do reflexo de seu escudo, ele conseguiu se aproximar dela e cortar-lhe a cabeça.

E com o elmo que o tornava invisível, escapou das duas outras górgonas que o perseguiram (e que ele não podia matar, porque eram imortais).

8. O martelo poderoso… E tudo mais (como Thor)

Fique longe desse martelo
Fique longe desse martelo

Controlar o tempo e as condições meteorológicas e usá-las para vencer na batalha também é um clássico em histórias de heróis.

Na mitologia nórdica, Thor é o Deus do Trovão – associação com trovões, raios, tempestades, carvalhos e força.

Ele era dono do martelo mágico Mjölnir, que lhe dava o poder de voar e manipular o tempo para cumprir seu principal propósito: a proteção da humanidade.

Seu homônimo da Marvel, Thor Odinson, é baseado justamente nessa divindade mitológica nórdica – e as semelhanças entre eles não são mera coincidência.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Fonte

Poderosa Thor | Conheça a personagem de Natalie Portman

Wow, Jane Foster agora será versão feminina de Thor em Love and Thunder

Natalie Portman está oficialmente de volta ao Universo Cinematográfico Marvel, desta vez como uma versão feminina de Thor. Isso significa que ela vai interpretar outro personagem, diferente daquele que viveu em Thor e O Mundo Sombrio? Não! Desde 2014, Jane Foster assumiu, nos quadrinhos, a identidade de Thor.

Mas quem é essa personagem de Love and Thunder — quarto filme do herói que encerrará a Fase Quatro do MCU? Como ela se tornou Thor nas HQs? E como isso deve ser adaptado para as telonas? Vem com a gente.

Todo mundo já ouviu aquela velha máxima falada por Odin: “Quem segurar o martelo, será digno do poder de Thor”. Enquanto no UCM, somente Capitão América (Chris Evans) e Visão (Paul Bettany) conseguiram erguer Mjölnir; nas HQs, mais personagens foram considerados dignos do poder do Deus do Trovão, entre eles Surfista Prateado, Tempestade e, claro, Jane Foster.

Obviamente que para que Thor Odinson abrisse mão de seu martelo, ou o item teria que ser destruído (como ocorreu em Thor: Ragnarok), ou o herói deixaria de ser digno de seus próprios poderes (como aconteceu em seu primeiro filme, no qual foi banido de Asgard). No arco dos quadrinhos “Original Sin”, é o segundo caso que acontece, com personagem se tornando indigno.

THOR INDIGNO

Durante uma batalha contra Nick Fury (note que não estamos falando na versão heróica do personagem vivido por Samuel L. Jackson), Thor se torna indigno de levantar seu martelo — isso porque Fury sussurra para ele que a humanidade está melhor sem deuses, fazendo com que o herói passe a questionar se deuses devem ser adorados pelos humanos, e se ele mesmo quer ser um. Assim, ele deixa de ser Odinson, e se torna mais um asgardiano comum.

CHAMADA PELO MARTELO

Ao longo dos anos, a presença de Jane Foster nos quadrinhos se tornara menos marcante. Ela foi reintroduzida por Jason Aaron e Russell Dauterman nas páginas de “Thor: Deus do Trovão”, com uma reviravolta: Jane estava batalhando contra um câncer.

Enquanto parecia algo não para desenvolver sua personagem, mas para explorar o luto no protagonista, as coisas logo mudaram de figura e os quadrinistas fizeram com que Jane Foster assumisse como a nova Thor no arco “The Mighty Thor”.

E como isso aconteceu? Quando Thor se tornou indigno de Mjölnir, o martelo permaneceu sozinho, abandonado na Lua, de onde procurou Jane telepaticamente. A moça finalmente cedeu ao chamado e pediu a Heimdall que a levasse até o local onde o item estava. Chegando lá, Jane pegou Mjölnir, ganhando os poderes de Thor e transformando seu físico.

Como ela havia assistido ao Deus do Trovão usar seu martelo inúmeras vezes, a cientista lentamente aprendeu a usar o Mjölnir com a partir do exemplo anterior que tinha.

A BENÇÃO DE THOR

Até então, sabia-se da existência de uma versão feminina do herói, mas ninguém tinha consciência de quem era a misteriosa mulher. Durante uma missão, o Thor original alcançou Jane, sem saber sua identidade verdadeira, exigindo seu martelo de volta. Eventualmente, o ex-Deus do Trovão finalmente aceitou que o martelo tinha um novo dono e deu sua bênção a Jane, ainda sem saber quem era a moça. Ele também concedeu a Jane seu nome e, posteriormente, passou apenas a ser chamado de Odinson.

A INFLUÊNCIA DO CÂNCER

A única questão é que cada vez que Jane se transformava no Deus do Trovão, seu corpo mortal ficava mais fraco, já que a mudança retirava todas as toxinas do seu corpo, inclusive os medicamentos da quimioterapia, mas deixava para trás o câncer, que era parte do corpo dela.

Por um longo período, Jane foi Thor, se tornando um membro dos Vingadores, canalizando a tempestade com Mjölnir de maneira expressamente diferente do Odinson, terminando a Guerra entre Asgard e Shi’Ar, e derrotando o Mangog para salvar o universo.

Entretanto, ao se transformar em Thor com mais frequência, seu câncer acabou atingindo o estágio quatro. Jane foi informada pelo Doutor Estranho que se ela se tornasse o Deus uma última vez, morreria. Ele e vários amigos convenceram a moça a desistir de ser Thor por causa de sua saúde. Isso mudou, no entanto, quando Jane soube que a cidade de Asgardia estava em perigo nas mãos de Mangog.

Ela o derrotou, mas destruiu o Mjölnir e morreu no processo, dando um beijo de despedida em Odinson. Eventualmente, ele e Odin uniram forças para trazer Jane de volta à vida. Sem o martelo para transformá-la em Thor, Jane se focou na quimioterapia e convenceu Odinson a assumir a identidade de Thor e continuar lutando em nome dela. Hoje em dia, nas HQs, Odinson voltou a ser Thor e erguer o Mjölnir, enquanto Jane atua como uma Valquíria.

UMA THOR MULHER

Transformar Jane Foster em Thor nas HQs não só trouxe uma reviravolta para a personagem, tornando “Thor” um título mais do que um nome. Além de abordar importantes questões como empoderamento feminino, uma ateia se tornar uma deusa, uma mulher assumir o patriarcado de Asgard, e o fato de ela considerar seu próprio sofrimento e mortalidade dentro do contexto dos Dez Reinos.

Na estreia da personagem, Jason Aaron deixou claro “Esta não é uma She-Thor. Esta não é uma Lady Thor. Esta não é Thorita. Esta é THOR. Esta é a THOR do Universo Marvel, mas é diferente que qualquer Thor que já vimos antes”. Já o diretor de Ragnarok e Love and Thunder, Taika Waititi, já corroborou essa informação, deixando claro que Jane não é Thor mulher, ela se chama “Mighty Thor”.

UNIVERSO CINEMATOGRÁFICO

E nas telonas? Como esse arco pode ser introduzido? Da última vez que ouvimos falar de Jane, em Ragnarok, Thor (Chris Hemsworth) e ela haviam terminado e seguido cada um o seu caminho. A personagem voltou a dar as caras na sequência da viagem no tempo em Vingadores: Ultimato, com cenas deletadas de Natalie Portman em O Mundo Sombrio.

Caso o enredo da luta contra o câncer seja explorado no UCM, não vai ser difícil de introduzi-lo, já que de fato não sabemos o que ela anda fazendo desde Thor 2 ou como a encontraremos em Love and Thunder. O diretor Taika Waititi — que convenceu Portman a retornar ao papel — já deixou claro que o roteiro do filme é inspirado nas HQs “The Mighty Thor”.

Sem contar que, por enquanto, Thor segue digno de seu poder. Se ficar depressivo, beberrão e irresponsável com seu povo não foram o suficiente para impedir que ele usasse o martelo Mjölnir e o machado Stormbreaker, difícil imaginar outra situação que o faria se tornar indigno. Talvez ter deixado o reinado de Asgard nas mãos de Valkyrie (Tessa Thompson) para explorar o espaço com os Guardiões da Galáxia? Será que renunciar ao posto de rei e deus faria com que ele deixasse de ser Odinson, como aconteceu nas HQs?

Vale lembrar, ainda, que em Ragnarok, Thor descobriu que o poder estava em si e não no martelo. E em Ultimato, Steve Rogers usou o poder do Deus do Trovão sem que o mesmo tivesse que perder a habilidade de usá-lo. Nesse caso, o UCM abriu portas para que exista mais de um Thor ao mesmo tempo, e que cada um tenha a sua arma.

DOIS THOR?

Outro ponto importante é que o Mjölnir foi destruído em Ragnarok — aquele usado em Ultimato pertencia ao passado e foi desenvolvido a sua respectiva linha do tempo. Como, então, Jane vai erguê-lo? Ainda que seja improvável, o recurso da viagem no tempo pode ser usado novamente.

Entretanto, o próximo filme do Doutor Estranho, Multiverse of Madness, vai abordar o conceito de multiverso, abrindo muitas possibilidades. Ou seja, o Mjölnir pode vir de outra Terra, assim como a própria Jane talvez não seja a que conhecemos originalmente no UCM.

Outra opção é que Jane passe a usar a Stormbreaker (da qual Thor, ao se tornar indigno, também não pode empunhar), ou que exista outra arma mágica no universo Marvel. No entanto, considerando que Waititi deu a Portman o Mjölnir durante o painel da Marvel na San Diego Comic-Con, supomos que o martelo vai voltar a dar as caras nas telonas de alguma forma.

De qualquer forma, Tessa Thompson deu a entender que sua Valkyrie será Rei do Asgardianos, e que precisará de uma Rainha (ela já foi apresentada como a primeira personagem LGBTQ+ do UCM, mas até agora não foram deixados indícios claros disso nos filmes). Estaria ela sugerindo que Jane e Valkyrie desenvolverão um relacionamento?

E você, o que acha de tudo isso? Como Jane deve ser reapresentada no UCM? Thor: Love and Thunder tem estreia marcada para o dia 1 de maio de 2020.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Fonte

Thor 4 pode apresentar Asgardianos da Galáxia

Após Vingadores: Ultimato, o futuro da fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel começa a tomar forma. A Marvel confirmou o filme Thor 4 e deve anunciar oficialmente na San Diego Comic-Con e apresentar informações de Os Eternos, Viúva Negra, Shang-Chi e Pantera Negra 2, além das prováveis continuações de Doutor Estranho e Capitã Marvel (rumor: Nova, Miss Marvel e Novos Vingadores).

Também podemos formular teorias a respeito da introdução de asgardianos no arco dos Guardiões da Galáxia, e não estamos falando só do Thor.

Com todas as narrativas intensas presentes no lançamento dos irmãos Russo, uma hora ou outra precisaríamos de um alívio cômico. Em diversos momentos o filho de Odin, cumpriu esse papel. Tanto o novo visual de Thor, batizado como “sorvete derretido” por Rocket, quanto sua nova atitude foram hilárias.

Após Thor: Ragnarok a percepção que temos do herói é completamente diferente da construída nos filmes anteriores. Obrigada, Taika Waititi. Levando isso em consideração, foi lindo ver o Deus do Trovão deixando o governo de Asgard nas mãos de Valquíria e indo desbravar o universo com a equipe de Peter Quill.

Quando eles estão prestes a decolar, Thor faz uma brincadeira, renomeando o grupo como “Asgardianos da Galáxia”. Embora o nome Asgardianos da Galáxia tenha sido usado como um recurso humorístico no filme e uma provável referência à inclusão de Thor em Guardiões da Galáxia Vol.3, nos quadrinhos já existe uma equipe de super-heróis com esse título. Será que essa referência pode indicar uma expansão dos Guardiões?

A pergunta que fica no ar é: Thor vai fazer uma participação em Guardiões vol 3 (que só deve ser lançado em 2022), ou seria o contrário?

A origem

Criados por Cullen Bunn e Matteo Lolli, os Asgardianos da Galáxia são um grupo de, obviamente, personagens asgardianos e adjacentes. A equipe estreou no verão passado em uma séria homônima. O grupo se reuniu após a separação dos Guardiões durante os eventos de Infinity Coutdown. A principal antagonista da história é Nebula, que está tentando destruir Asgard.

A equipe

Para salvar Asgard ninguém melhor que um grupo de asgardianos, algo bem nacionalista. Por isso a equipe foi montada pela irmã perdida de ThorAngela. A heroína recrutou como membros:

  • Brunnhilde, a Valquíria: uma poderosa guerreira asgardiana que já trabalhou com Os Defensores e com Os Vingadores Secretos.
  • Annabelle Riggs: além de ser uma brilhante cientista ela consegue compartilhar o poder com a Valquíria.
  • Kevin Masterson, o Thunderstrike: filho do anfitrião terráqueo de Thor, Kevin utiliza uma maça encantada que fornece a ele poderes parecidos com o do deus do trovão
  • Skurge, o Executor: o conhecido vilão asgardiano se juntou aos mocinhos após escapar da vida após a morte.
  • Throg, o Sapo do Trovão: inicialmente um humano chamado Simon Walterson, Throg foi transformado em um sapo por uma bruxa. Ele conseguiu um fragmento do Mjolnir e criou sua própria arma, que o agraciou com poderes semelhantes ao de Thor.
  • Destruidor: uma armadura falante secreta e remotamente controlada por Kid Loki. A reencarnação do Deus da Trapaça não é um vilão, mas continua não sendo confiável.

As chances de entrarem no MCU

Como já foi dito, não sabemos se a menção do nome da equipe foi um referência introdutória ou uma piada. No entanto, se uma versão do time dos quadrinhos aparecer no MCU, será bem diferente do que conhecemos.

Thor, por exemplo, não é um membro dos Asgardianos da Galáxia nas HQs. Valquíria, interpretada por Tessa Thompson, atualmente está ocupada governando Asgard. Skurge se sacrificou em Thor: Ragnarok.

O Deus do Trovão eliminou o Destruidor no final de seu primeiro filme solo. Loki está morto ou desaparecido, depende da linha temporal que você procurar. E pelo que vimos até agora, Tom Hiddleston vai estar ocupado com a série do anti-herói no Disney+. Logo não existe a possibilidade dele ser ressuscitado como um adolescente.

Sem contar que Nebula entrou pro lado dos mocinhos agora, se tornando um membro efetivo dos Guardiões da Galáxia. Angela seria uma adição espetacular a Marvel.

Chris Hemsworth quer interpretar Thor em “Asgardianos da Galáxia”

Chris Hemsworth falou em entrevista à Cinema Blend sobre os próximos longas que poderíam trazê-lo novamente no papel de Thor, e se disse aberto a participar de um futuro Guardiões da Galáxia, carinhosamente apelidado de Asgardianos da Galáxia:

“Eu trabalharia novamente com qualquer um destes caras. Asgardianos da Galáxia, isso é ótimo. Você pode ter acabado de me arranjar meu próximo trabalho”. 

Ainda, o ator reforçou que quer continuar vivendo Thor no cinema, explicando as oportunidades variadas que o personagem rendeu:

“Eu interpretaria este personagem novamente. Eu amo muito, especialmente se há algo único para trabalhar. Eu sinto que os últimos três filmes foram muito, muito diferentes. Realmente pareceu um personagem diferente. E eu nem sei se estão filmando Guardiões da Galáxia. Depois das viagens de divulgação de Vingadores eu meio que enfiei a cabeça na areia”.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Luminárias em até 12x s/juros
Luminárias em até 12x s/juros

Thor 4 confirmado com Taika Waititi na direção

Wow, notícia caiu como um raio na internet

Os fãs da Marvel foram pegos de surpresa nesta terça-feira, 16. Antes mesmo da Comic-Con 2019 acontecer, o The Hollywood Reporter vazou a informação de que Thor 4 será produzido pela Marvel.

O diretor Taika Waititi vai ser o responsável por “Thor 4”, segundo o site da revista “The Hollywood Reporter”. O diretor entrou no MCU comandando o longa de 2017, Thor: Ragnarok.

Waititi vai poder se dedicar ao personagem ao personagem, porque seu próximo projeto, uma adaptação com atores do anime “Akira”, foi adiado pela Warner.

De acordo com a publicação, o filme já procurava atores pelo mundo, mas preocupações com o roteiro forçaram que a estreia, prevista para 21 de maio de 2021, fosse transferida. Mesmo assim , o estúdio ainda espera que o diretor volte a “Akira” quando “Thor 4” for finalizado.

O cineasta lança em 18 de outubro “Jojo Rabbit”, no qual interpreta uma versão imaginária de Hitler criada por uma criança. O filme também tem Scarlett Johansson (“Vingadores: Ultimato“) no elenco.

REAÇÕES NA INTERNET \0/

Confira abaixo algumas reações dos fãs ao anúncio de Thor 4.

“Depois do jeito que Thor foi tratado em Ultimato nós merecíamos mesmo Thor 4 dirigido por Taika Waititi”.

“Não há Thor sem Loki e não há Loki sem Thor. O sol vai brilhar de novo foi um indício de uma visão do futuro vista no Tesseract. Loki vai retornar”.

“Bill Raio Beta deveria aparecer em Thor 4”.

Thor 4 ainda não possui data de estreia. Mais informações devem sair na Comic-con.

Teoria: quem são os filhos do Capitão América?

Wow, filhos dos heróis devem formar o grupo Jovens Vingadores

[cuidado] Spoiler de Vingadores Ultimato
[cuidado] Spoiler de Vingadores Ultimato

Ao final de Vingadores: Ultimato, o Capitão América decide retornar ao passado e ter a vida que sempre sonhou com Peggy Carter. Esse ato levantou inúmeras dúvidas.

Entre elas, se o Capitão América criou uma nova linha do tempo ou se essa sempre foi a trama vista nas telonas. Em Capitão América: O Soldado Invernal, uma idosa Peggy Carter aparece de aliança na mão, diz que tem dois filhos e que o seu marido é um homem salvo por Steve Rogers. Mas, não entrega a identidade dele.

Steve Rogers e Agente Carter
Steve Rogers e Agente Carter

Em entrevistas após o filme, os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely confirmaram que toda história sempre se passou no mesmo universo. Ou seja, a idosa Peggy já sabia de tudo que tinha acontecido quando faleceu e tinha se casado com o Capitão América.

Teoria 01: amarrando as pontas deixadas nos filmes

O portal ComicBook publicou uma teoria interessante sobre uma possível paternidade do Capitão América: quando o herói retorna ao passado, ele passa a usar outro nome. Assim, o sobrenome escolhido seria Braddock, e continuaria a trabalhar para SHIELD.

Em cena de Vingadores: Ultimato, quando o Capitão América revê Peggy Carter na década de 70, ela está preocupada. Pode-se ouvir a agente perguntando onde está Braddock.

Capitão Britânia e Psylocke
Capitão Britânia e Psylocke

Seguindo essa linha, a teoria acredita ainda que os dois filhos do Capitão América podem ser simplesmente o Capitão Britânia e Psylocke. Ambos tem o sobrenome Braddock. Além disso, seria uma maneira e tanto de introduzir a dupla no MCU. Outra pista deixada (para o Capitão Britânia) é que a Agente Carter é Inglesa…

Teoria 02: James e Sarah Rogers – conheça os filhos do Capitão América

Não tivemos uma resposta se o Capitão América teve filhos com Peggy Carter, já que ele optou por não falar como foi sua vida após retornar ao passado. Mas Steve teve dois filhos em um filme animado e uma HQ da Marvel, que se passavam em realidades alternativas. E nenhum deles teve a Agente Carter como mãe. Confira abaixo:

James Rogers

James Rogers foi introduzido no filme animado Os Novos Vingadores: Heróis do Amanhã, lançado em 2008. No longa, os filhos dos Vingadores assumiram os mantos de seus pais após eles serem derrotados em uma batalha contra Ultron

James Rogers se tornou um dos líderes dessa nova geração de Vingadores. Ele tinha as mesmas habilidades de seu pai e ainda ganhou um escudo de energia semelhante ao dele. O original estava em posse do vilão.

Neste universo, a mãe de James era a Viúva Negra, que se casou com o Capitão América. Ele foi introduzido nos quadrinhos da Marvel em 2011.

Sarah Rogers

Sarah Rogers foi introduzida nos quadrinhos da Marvel em uma história da série “E se”, em 1998. A personagem faz parte de um universo em que os Vingadores foram para a chamada Battleworld da Guerra Secreta, mas nunca retornaram, fundaram uma colônia no local e deram início a uma nova civilização.

Sarah é filha do Capitão América com a Vampira dos X-Men, que nesse universo, absorveu a essência de Carol Danvers (que era a então Miss Marvel, e não a Capitã Marvel). Nesta história doida, Sarah, que tinha as mesmas habilidade de sua mãe, teve de voltar para a Terra para evitar que o filho do Doutor Destino mudasse essa realidade.  Nesse meio tempo, ela conseguiu levantar o martelo do Thor, o Mjolnir, igual ao seu pai nos quadrinhos e em Vingadores: Ultimato.

No final das contas, Sarah Rogers descobriu que Terra estava tomada pelo robôs Sentinelas e decidiu ficar no planeta para liderar uma equipe de jovens heróis para enfrentar esses inimigos.

No momento, Vingadores: Ultimato está em exibição nos cinemas.

Fique por dentro:

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Guardiões da Galáxia 3 | Roteiro vazado revela futuro de Rocket

Wow, Alto Evolucionário e interesse romântico para fechar o arco do herói

Guardiões da Galáxia Vol. 3 ainda não tem nem mesmo uma previsão de estreia, mas detalhes do seu roteiro podem já ter vazado na internet. Dito isso, não continue a ler este texto caso não queira correr o risco de se tratarem de SPOILERS reais do filme.

O insider Roger Wardell, que acertou vários pontos-chave do roteiro deVingadores: Ultimato em postagens do ano passado, resolveu atacar novamente. Em uma de suas postagens no Twitter, ele revelou o possível plot de Guardiões da Galáxia Vol. 3.

Segundo as informações, Rocket Raccoon (papel de Bradley Cooper) finalmente vai encontrar seu criador no terceiro longa da trilogia: o Alto Evolucionário (High Evolutionary, no original).

Além disso, ele também ganharia um interesse amoroso: Lylla, uma lontra da Terra 616 que é a alma-gêmea de Rocket em uma vertente das histórias em quadrinhos e chegou a aparecer nos jogos da Telltale dos Guardiões.

Um motivo para acreditar que há veracidade por trás dos rumores é que, em entrevista ao Deadline logo após sua recontratação pela Marvel Studios, o diretor James Gunn confessou que “o mais triste” em sua saída do projeto foi não terminar de contar a história do guaxinim mal-humorado.

“Eu me identifico com o Rocket e sinto compaixão por Rocket, mas também acredito que a história dele não foi concluída. Ele tem um arco que começou no primeiro filme, continuou no segundo e passa por Guerra Infinita e Ultimato, e então eu estava preparado para realmente terminar esse arco em Guardiões 3. Isso foi uma grande perda para mim – não ser capaz de terminar essa história – embora eu estivesse confortado pelo fato de que eles ainda estavam planejando usar o meu roteiro”, disse Gunn.

Confira abaixo o tweet original com o suposto vazamento de detalhes do roteiro de Guardiões da Galáxia:

“O criador de Rocket é o Alto Evolucionário, Drax terá uma grande surpresa quando descobrir que sua filha está viva. Rocket também ganhara um interesse amoroso na forma de Lylla. Nebula e Star Lord vão se tornar amigos mais próximos.”

Curiosamente, Lylla chegou a ter uma pequena referência no primeiro filme dos Guardiões da Galáxia, como uma nota na ficha computadorizada de Rocket que aparece quando ele é preso. O nome de Lylla aparece ao lado de Groot como um “associados” de Rocket:

Lylla

Rocket Raccoon e Lylla Otter em cena da Telltale Series de Guardiões da Galáxia

Nos quadrinhos, Lylla era da realeza de Meio-Mundo, o planeta do qual Rocket se originou. Os dois tiveram um relacionamento amoroso e se aventuraram juntos no espaço por um tempo.

Alto Evolucionário

Inicialmente, um estudante inspirado pelo trabalho do Senhor Sinistro, Herbert Wyndham passou a se debruçar em estudos a respeito de manipulação genética, até começar a criar alterações em si próprio, à procura de evoluir seres humanos para o estágio perfeito.

Dotado de um intelecto sobre-humano, habilidades psiônicas e uma armadura tecnológica avançada, o Alto Evolucionário começou a conduzir experiências em suas cobaias, ignorando qualquer processo ético científico.

O que temos confirmado em Guardiões da Galáxia vol. 3

Muita coisa vai acontecer na trama. As promessas deixadas nas cenas pós créditos do vol 2, teremos Stallone e os Saqueadores, Warlock e a vingança de Ayesha, a busca pela Gamora… Tudo isso com a participação do Thor 😉

Curiosidade: Fã encontra homenagem de Rocket para Peter Quill

Mesmo após um mês da estreia de Vingadores: Ultimato, os fãs parecem estar encontrando muitas referências no filme. A mais recente é a que um usuário Reddit encontrou uma homenagem de Rocket Raccoon para Peter Quill.

Segundo a postagem no fórum, o fã mostra que Rocket estava usando o cachecol que pertencia a Quill. O herói, conhecido como Senhor das Estrelas, foi uma das vítimas de Thanos no final de Guerra Infinita.

E aí, você acha que se trata apenas de um boato ou que Rocket terá mesmo uma grande importância na trama de Guardiões da Galáxia Vol. 3?

Fique por dentro:

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Vingadores Ultimato: roteiro tinha luta Homem de Ferro vs Heimdall

Wow, roteiristas queriam ver o Tony em Asgard!

As novidades sobre os bastidores de “Vingadores: Ultimato” não param de sair. Depois de os diretores Anthony e Joe Russo falarem sobre as cenas finais de Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) no longa, os roteiristas fizeram novas revelações sobre a produção. 

Em recente entrevista, os roteiristas de Vingadores Ultimato, Christopher Markus e Stephen McFeely, revelaram que o filme quase contou com a luta Homem de Ferro vs Heimdall. Isso porquê, a cena do combate estava presente nos primeiros rascunhos do roteiro.


[CUIDADO: O TEXTO A SEGUIR CONTÉM SPOILERS DE VINGADORES ULTIMATO!]

Como vimos no filme, numa tentativa de recuperar as Joias do Infinito, nossos heróis se dividem em grupos para voltar no tempo através do Reino Quântico e chegar a certos pontos específicos do passado. Tony Stark, então, lidera uma equipe para retornar à Batalha de Nova York que rolou no primeiro filme dos Vingadores, enquanto Thor volta a Asgard acompanhado de Rocket, na época de “Thor: O Mundo Sombrio”.

Dessa forma, veja abaixo o que a dupla declarou (via Heroic Hollywood):

Nossos primeiros rascunhos tinham uma versão com o Tony acompanhando Thor até a Asgard do passado. Porque eu gosto da ideia do Tony ir para lá e ver, na teoria, coisas como ciência versus mágica.

Então, ele lutaria com Heimdall. Porque ele poderia vê-lo [o Homem de Ferro estaria com uma espécie de armadura furtiva]. Nós poderíamos ter o Thor daquele tempo avistando o Deus do Trovão do presente. Mas, você sabe, ficaria muito complexo e distrativo.

Seria divertido ver o Tony em Asgard ;

Vingadores Ultimato segue em cartaz nos cinemas como sucesso absoluto.

Dirigido por Joe e Anthony Russo, o elenco do filme conta com Robert Downey Jr. (Homem de Ferro), Chris Hemsworth (Thor), Chris Evans (Cap. América), Josh Brolin (Thanos), Scarlett Johansson (Viúva Negra), Tessa Thompson (Valquíria), Jeremy Renner (Gavião Arqueiro), Brie Larson (Cap. Marvel), Gwyneth Paltrow (Pepper Potts), Paul Rudd (Homem-Formiga), Mark Ruffalo (Hulk), Don Cheadle (Máquina de Combate) entre outros.

Fique por dentro:

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Pacote de posts para Redes Sociais