Como era a Liga da Justiça criada por Stan Lee

Wow, é isso mesmo. O maior gênio da Marvel já fez sua versão para o super grupo da rival. Confira como foi 😉

Liga da Justiça é a equipe de super-heróis que surgiu para acabar com todos os outros grupos de super-heróis. Sua fama dura há gerações e compreende aos maiores heróis da Terra. Este esquadrão é a primeira linha de defesa da DC Comics, contra qualquer coisa que o universo possa jogar em nossa direção.

Devido a tanto tempo de existência, sua formação e popularidade oscilou, porém, seu legado continua mais fortemente presente. Não tanto no cinema, mas, felizmente, ela não vive apenas dos filmes. Em todas as outras mídias e, em especial nos quadrinhos, suas aventuras ainda encantam.

As histórias da Liga da Justiça são tão fascinantes que nem mesmo Stan Lee resistiu a elas quando passou um período na Casa das Lendas. No início dos anos 2000, a partir de um projeto idealizado por Michael Uslan, Lee reimaginou alguns dos principais personagens da editora. Assim, em parceria com outros artistas da casa, ele desenvolveu narrativas curtas para algumas dessas lendas.

Com isso, ele foi convidado pela DC Comics para reimaginar seus principais heróis em uma série de 13 quadrinhos chamada Stan Lee’s Just Imagine…, que contou com 12 edições e mostrou a versão do quadrinista para Superman, Batman, Mulher-Maravilha e outos grandes nomes da editora.

Além de dar seu toque pessoal, Lee fez uma brincadeira com suas criações e mudou o nome dos principais personagens para que nome e sobrenome começassem com a mesma letra, assim como fez com Peter Parker, Reed Richards e J. Jonah Jameson no universo Marvel. Então, Bruce Wayne, por exemplo, virou Wayne Williams.

Promoções Hotel Urbano - Pacotes pela metade do Preço
🚨 PACOTES PELA METADE DO PREÇO 🚨

No Brasil, a publicação chegou a ser lançada pela Abril, que não lançou todas as edições, somente a dos principais heróis e da Liga da Justiça.

De acordo com Lee, seu objetivo era homenagear os criadores originais dos heróis. Segundo ele, as histórias eram apenas um exercício de imaginação. Afinal, o mais difícil já havia sido feito. Ele sabia muito bem disso, pois co-criou vários heróis e vilões para a Marvel Comics.

Dessa forma, para encerrar nossa série especial do Just Imagine…, conheça agora um pouca da Liga da Justiça criada por Stan Lee e Michael Uslan, com artes de Jerry Ordway. Lembrando que você pode conferir as outras versões que o artista fez da Mulher MaravilhaSupermanBatmanLanterna VerdeAquaman Flash.

A Liga da Justiça criada por Stan Lee, Michael Uslan e Jerry Ordway

Ao longo de tantas décadas, a Liga da Justiça contou com formação diversa. No entanto, a constituição clássica ficou conhecida como os Sete Magníficos. Ou, melhor ainda, os Sete Originais, pelas mãos de Alex Ross.

Seus fundadores foram, Superman, Batman, Mulher Maravilha, Flash, Aquaman, Caçador de Marte e Lanterna Verde. Desses, cinco foram aproveitados na versão de Stan Lee.

Além da Trindade, a Liga da Justiça criado por Stan Lee, Michael Uslan e Jerry Ordway contava com Flash e Lanterna Verde. Apenas cinco integrantes, todos eles com sua respectiva edição especial já publicada.

Na história, os heróis precisam se unir para deter um homem chamado Reverendo Dominic Darrk. Ele pretende libertar um ser conhecido como Crise.

Seus planos vêm sendo executados desde antes de um policial de outro planeta chamado Super-Homem chegar à Terra, e de um prisioneiro erradamente condenado se tornar o vingador mascarado conhecido como Batman.

A HQ conta com a participação de personagens como Patrulha do Destino e Adam Strange.  

Reparem que sacada sensacional! Cortesia de John Cassaday, criador do personagem.

Eles são notificados por Adam Strange, filho de Darrk que não compactua com os planos do pai. O primeiro encontro entre eles não ocorre da melhor maneira possível. Superman e Batman se estranham um pouco e, para variar, a Mulher Maravilha precisa puxar os dois de volta para a realidade.

Eventualmente, a equipe encontra seu ritmo e trabalham juntos em prol do bem maior, se autodenominando Liga da Justiça.

Luminárias em até 12x s/juros
Luminárias em até 12x s/juros

Prefeitura do Rio manda recolher Livro dos Vingadores com beijo gay; Bienal se recusa

Wow, prefeito disse que ‘está protegendo os menores da nossa cidade’; advogada diz que decisão é ‘censura e equivocada’

O prefeito Marcelo Crivella determinou que a história em quadrinhos “Vingadores: A cruzada das crianças” fosse recolhida da Bienal do Livro, no Riocentro. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito afirma que a HQ de super-heróis tem “conteúdo sexual para menores”. Dois dos personagens da saga são namorados e aparecem se beijando em um painel – o livro tem 264 páginas. No vídeo, Crivella diz: “Portanto, a prefeitura do Rio de Janeiro está protegendo os menores da nossa cidade.”

A Bienal se recusou a atender o pedido da prefeitura – que, aparentemente, nem poderia ser atendido. Na manhã desta sexta (6), a reportagem do GLOBO visitou oito estandes que comercializam quadrinhos na Bienal e ouviu de seus funcionários que “Vingadores: A cruzada das crianças” não estava à venda simplesmente porque não fazia parte dos seus estoques.

Crivella manda recolher Livro dos Vingadores com beijo gay; Bienal se recusa

“Vingadores: A cruzada das crianças” é o 66º volume da Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel, lançado no Brasil em 2016 pela Editorial Salvat em parceria com a Panini Comics. A série republica gibis em formato de luxo, com capa dura. Na história, escrita pelo americano Allan Heinberg e ilustrada pelo britânico Jim Cheung, dois membros dos Jovens Vingadores (no original, Young Avengers), Wiccano e Hulkling, são namorados. A história foi publicada originalmente nos EUA entre 2010 e 2012, chegando ao Brasil, ainda em edições mensais em 2012.

Bienal: “Voz a todos os públicos”

Procurada, a Bienal afirmou que “dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+. A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.”

Em nota, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) afirmou que “notificou, na tarde desta quinta-feira (5), a organização da Bienal do Livro a adequar as obras expostas na feira aos artigos 74 a 80 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) , que preveem lacre e a devida advertência de classificação indicativa de conteúdo em publicações com cenas impróprias a crianças e adolescentes. Em caso de descumprimento, o material sem o aviso será apreendido e o evento poderá ainda ter a licença cassada.” Também na tarde desta quinta-feira, um grupo de guardas municipais foi à Bienal com o objetivo de recolher os livros. Os agentes foram recebidos pela direção do evento e, após uma conversa, saíram sem cumprir seu objetivo.

Na verdade, a Seop se refere aos artigos 78 e 79 do ECA. O Artigo 78 diz que revistas e publicações com material impróprio ou inadequado a crianças e adolescentes devem ser comercializados em embalagem lacrada, com advertência de seu conteúdo. O estatuto também prevê que as editoras devem cuidar para que as capas que contenham mensagens pornográficas ou obscenas sejam protegidas com embalagem opaca.

O Artigo 79, por sua vez, diz que “revistas e publicações destinadas ao público infantojuvenil não poderão conter ilustrações, fotografias, legendas, crônicas ou anúncios de bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições, e deverão respeitar os valores éticos e sociais da pessoa e da família.”

Especialistas dizem que há censura

Para Deborah Sztajnberg, advogada especializada em direito autoral e autora do livro “Cala boca já morreu: a censura judicial das biografias”, a atitude do prefeito pode ser considerada como censura:

— Quero crer que a Constituição ainda seja válida. Lá diz, textualmente, que acabou censura no Brasil — afirmou a advogada. — Uma decisão como essa precisa ser tomada por via judicial ou por decreto, mas de toda a forma é totalmente equivocada. É censura. O prefeito governa para uma cidade inteira, e não para uma parcela da população que compactua das crenças dele.

Cristina Costa, professora de Comunicação e Cultura da ECA-USP e especialista em censura, classifica o caso como um ato contra a liberdade de expressão:

— Uma professora pode proibir palavrão dentro da sala de aula, porque ela é a autoridade dentro daquele circuito. Já a censura normalmente tem caráter político e parte de uma autoridade usando seu poder para inibir a livre circulação de um produto cultural e artístico.

Sinopse da Hq dos Jovens Vingadores

Trazendo de volta personagens icônicos como Wanda, Scott Lang e o Rapaz de Ferro, acompanhamos a jornada de Wiccano, considerado o filho da Feiticeira Escarlate. Ele está a procura de sua mãe perdida, mas ele nem imagina o prolema em que está se metendo e, por isso, os Vingadores se juntam a Magneto e Mercúrio para impedir esse reencontro.

Fonte

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Criação de Sites da Viraliza
Criação de Sites da Viraliza

Homem-Aranha | Sony diz que “portas estão fechadas” com a Marvel e que existem 5 Séries em desenvolvimento!

Wow, Chefão da Sony está confiante no futuro do Teioso fora do MCU

A esperança é a última que morre. Há algumas semanas, a Sony anunciou a prematura saída do Homem-Aranha do Universo Compartilhado Marvel, e os fãs do Amigo da Vizinhança entraram em um misto de pânico e esperança de que a situação pudesse ser resolvida. No entanto, de acordo com o CEO da Sony Pictures, Tony Vinciquerra, o término foi duro.

“É um plano com a vida longa, mas por enquanto as portas estão fechadas”, contou em entrevista à Variety. “Tivemos uma grande jornada [com Kevin Feige] nos filmes do Homem-Aranha. Tentamos ver se havia uma maneira de fazer isso funcionar. O pessoal da Marvel é incrível, temos um respeito imenso por eles, mas por outro lado também temos pessoas incríveis no nosso time. Kevin não fez tudo sozinho”. 

Tranquilizando os espectadores mais atônitos, Tony contou que a Sony possui também os próprios planos para o futuro. Em suas próprias palavras, Peter Parker vai “se virar bem” com os próximos lançamentos: vale lembrar que outro longa do Venom está a caminho para o próximo ano.

Novas Séries de TV na franquia a caminho

Homem-Aranha | Sony diz que “portas estão fechadas” com a Marvel e que existem 5 Séries em desenvolvimento!

Vinciquerra pareceu bastante animado com os planos da Sony para o Homem-Aranha, que agora deve ter de vez em um novo universo compartilhado para chamar de seu. Além de filmes como Venom, que ganhará uma sequência, e Morbius, que deve chegar aos cinemas no ano que vem, pelo menos “cinco ou seis séries” da franquia do Cabeça de Teia devem ser lançadas no futuro.

Recentemente, Vinciquerra também ressaltou que pretende manter uma boa relação com a Marvel Studios, mas que a Sony tem total confiança de que pode fazer um ótimo trabalho com os filmes da franquia.

Um universo do Aranha a caminho

Com mais de 900 personagens à sua disposição, a Sony deve construir um universo de filmes bem extenso, utilizando heróis e vilões do Homem-Aranha em diversos filmes derivados.

Confira todos os filmes do Homem-Aranha que a Sony fará sem a Marvel (alguns estão confirmados e outros em negociação):

Morbius

Protagonizado por Jared Leto, Morbius será o próximo personagem do universo Homem-Aranha a ganhar um filme solo pela Sony.

Nos quadrinhos da Marvel, o Dr. Michael Morbius é um vilão – e as vezes aliado do Homem-Aranha – que se transforma em um vampiro-vivo para tentar curar uma doença grave.

Morbius é dirigido por Daniel Espinosa. Além de Jared Leto, o elenco conta com Jared Harris, Tyrese Gibson, Adria Arjona e Matt Smith.

Venom 2

Venom 2

Dirigido por Andy Serkis, Venom 2 continuará contando a história de Eddie Brock (Tom Hardy) que dessa vez enfrentará o terrível vilão Carnificina (Woody Harrelson). Ambos são vilões clássicos do Homem-Aranha.

Homem-Aranha: No Aranhaverso 2

Homem-Aranha No Aranhaverso 2

Vencedor do Oscar, Homem-Aranha: No Aranhaverso teve uma sequência confirmada pela Sony. A animação, que foi dirigida por Phil Lord e Chris Miller, deverá contar com o retorno de toda a equipe do primeiro filme.

Homem-Aranha: No Aranhaverso 2 deve seguir contando a história de Miles Morales, que se transforma no Homem-Aranha depois da morte de Peter Parker e descobre que existem diversos heróis como ele em outras realidades alternativas.

Spin-off de Gwen Stacy

Além de Homem-Aranha: No Aranhaverso 2, a Sony também planeja fazer um spin-off da animação vencedora no Oscar, focado majoritamente em Gwen Stacy, uma das heroínas da franquia. A diretora Lauren Montgomery, de Batman: Ano Um, já demonstrou interesse no projeto.

Kraven, o Caçador

Um filme solo de Kraven, o Caçador, está há anos nos planejamentos da Sony, mas a verdade é que ele nunca saiu do papel. Apesar disso, o roteirista Richard Wenk foi contratado para desenvolver o longa sobre o vilão de Homem-Aranha.

O roteirista disse que a história desse filme será baseada na Última Caçada de Kraven, história em que Kraven derrota o Homem-Aranha e assume sua identidade.

Além disso, o diretor Jon Watts, de Homem-Aranha: Longe de Casa, disse que gostaria de utilizar Kraven em Homem-Aranha 3. De qualquer forma, é certo que veremos Kraven, o Caçador em algum momento nos próximos anos.

Gata Negra & Sabre de Prata

Gata Negra & Sabre de Prata

A Sony ainda tem esperanças em desenvolver um spin-off da Gata Negra e da Sabre de Prata, duas personagens que são aliadas – e as vezes inimigas – recorrentes do Homem-Aranha. Foi dito que a diretora/roteirista Gina Prince-Bythewood estava vinculada ao projeto, mas ainda não há nenhuma confirmação sobre seu desenvolvimento.

Sexteto Sinistro

Sexteto Sinistro

Existe um projeto de filme solo do Sexteto Sinistro que está engavetado na Sony há anos. O supergrupo de vilões do Homem-Aranha quase apareceu na sequência de O Espetacular Homem-Aranha 2 – que nunca chegou a ser lançada.

Depois que a franquia Homem-Aranha sofreu um reboot, o diretor Drew Goddard foi contratado para dirigir um filme solo do Sexteto Sinistro, que nunca foi desenvolvido. Apesar disso, a Sony ainda espera concluir o projeto em algum momento.

Nightwatch

Outro filme do Homem-Aranha que está sendo produzido é uma aventura solo do herói Nighwatch. Spike Lee já foi especulado no projeto, mas o diretor acabou negando qualquer envolvimento. Mesmo assim, tudo indica que o filme ainda está em produção na Sony.

O Nightwatch é um personagem bem coadjuvante do universo Homem-Aranha, tendo aparecido pela primeira vez na HQ Web de Spider-Man #97.

Loteria

Pouco foi anunciado sobre este projeto, mas sabe-se que a Sony também tem interesse em fazer um spin-off da Loteria, heroína dos quadrinhos do Homem-Aranha que se parece muito com Mary Jane. Ainda não há elenco e nem diretor confirmado para esse filme.

Teia de Seda

Outra personagem do universo Homem-Aranha que deve ser explorada pela Sony é a heroína Teia de Seda, uma personagem descentende de coreanos que também se torna uma espécie de versão feminina do herói. Ainda não se sabe se a Teia de Seda será explorada em um filme solo, ou no spin-off de Aranhaverso protagonizado por Gwen Stacy.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Criação de Sites da Viraliza
Criação de Sites da Viraliza

Batman aparece em Edição comemorativa de 80 anos da Marvel

Wow, eventos importantes do Universo da Marvel são representados nas 80 páginas da HQ

Marvel Comics comemora 80 anos no próximo domingo, 31, e preparou um presente para quem lê as HQs. A editora criou a edição inédita Marvel Comics #1000. Curiosamente, para celebrar a história em quadrinhos dos heróis da Marvel, uma participação especial roubou a cena: a do Batman, herói da rival DC.

A HQ tem 80 páginas e cada uma representa um evento importante do Universo da Marvel. É na celebração do ano 1997 – 58 anos desde a criação da Marvel – que o herói morcego aparece. É comemorado o dia em que Deadpool ganhou sua primeira revista solo.

Na página, o personagem Deadpool aparece em uma viagem de barco. O engraçado é que o barco pertence ao Batman. Distraído, o Homem-Morcego percebe o roubo e grita com Deadpool.

O Mercenário Tagarela decide criar histórias mais divertidas e engraçadas. Em uma delas, o anti-herói relembra o “passeio de barco perfeito”, e vemos ele a bordo do que parece ser o Batbarco de Batman & Robin (também lançado em 1997), enquanto uma figura encapuzada com um visual distintamente idêntico ao Cavaleiro das Trevas. Mesmo sem aparecer o rosto, é inegável reparar na roupa e na máscara icônica de Batman.

Pode até parecer estranho uns dos principais heróis da rival DC aparecer na edição comemorativa da Marvel. No entanto, o crossover – principalmente com o personagem de Deadpool que é perfeito para fazer a brincadeira – não é uma novidade.

Outras participações especiais já foram realizadas entre os dois universos. Entre elas estão Super-Homem e o Quarteto FantásticoJusticeiro e BatmanHulk e Super-Homem e Liga da Justiça e Vingadores. A maior delas foi o Conflito do Século e você conferir aqui.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Anúncio Viraliza - Artes Digitais
Comece a vender pela internet com a ajuda da Viraliza

Maior exposição de LEGO do mundo vem pra São Paulo

Wow, a exposição que todos esperavam chega a São Paulo!!

No dia 20 de setembro, a The Art of the Brick: Dc Super Heroes traz mais de 120 obras em sua amostra no Museu da Cidade de São Paulo, a famosa OCA do Ibirapuera.

A exposição mostra a saga de todos os heróis e vilões do universo DC, contendo peças de tamanho real das lendárias figuras das histórias de quadrinhos que enchem os sonhos de muitas crianças e também adultos.

Serão mais de 2 milhões de blocos de LEGO empilhados e transformando desenhos em obras de arte, além de personagens, também terão veículos e cenas marcantes dos Hq’s da DC.

Após enorme sucesso pelas grandes cidades de Madri, Londres e Paris, as peças criadas pelo artista Nathan Sawaya, vem pra São Paulo no aniversário de 80 anos do herói das sombras, o Batman.

A coleção do artista vem para impressionar todos os fãs da DC Entertainment, se maravilhando com a maior coleção de arte da Liga da Justiça.

Além das construções em LEGO, a exposição disponibilizará um audioguia para ser baixado nos celulares. Podendo escutar um pouquinho mais das histórias desses vilões e heróis e ainda aprender sobre a construção de cada obra.

Confira um pequeno spoiler da exposição LEGO:

Foto de Dominic Loneragan.

The Art Of The Brick®: DC Super Heroes

Dia: 13 de setembro a novembro de 2019

Endereço: OCA – Museu da Cidade de São Paulo / Parque Ibirapuera

Horário: de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h; sábados e domingos, das 9h às 19h. Fechado às segundas-feiras.

Início de vendas: 12 de agosto de 2019 na Livepass

Preços: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia)

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Luminárias

Marvel vs DC: O Conflito do Século

Wow, adicionando essa raridade na Coleção 😉

E sim, isso realmente aconteceu! DC vs Marvel, uma saga conhecida como “O Conflito do Século”.

Sinopse:

O enredo é simples, e de fácil entendimento: Existem duas entidades, sendo que uma se chama Marvel, e a outra se chama DC (quem imaginaria?), e as duas começam a se provocar, mandando heróis e vilões de uma contra os heróis e vilões das outras. Começam os combates e as vitórias eram votadas pelos fãs.

Enquanto vários personagens trocam de universo ao serem atingidos por uma luz misteriosa, causando encontros e desencontros, confrontos e alianças, um jovem chamado Axel Asher encontra um velho mendigo em um beco, que revela ser o protetor de um portal que se esconde em uma caixa de papelão, abrigando a energia dos dois universos que estão se fundindo, pois os Irmãos, depois de muito tempo, estão se percebendo, graças a eventos cósmicos. É dessa caixa que partem os raios que trocam os personagens de universo.

O mendigo revela a Axel que os dois universos são “Irmão em conflito” para saber quem é o mais forte e mais, O mendigo revela que Axel, assim como eles nascem como fragmentos dos Irmãos e por isso tinha o dever de proteger o portal e poderem viajar pelos universos.

Os Irmãos, para decidirem quem é o mais forte, escolhem campeões dos seus universos e derrotado será destruído.

Os resultados de algumas lutas foram escolhidos por votações dos leitores, por isso alguns resultados são comentados até hoje, como a derrota de Lobo para Wolverine.

LUTAS E POLÊMICAS:

Foram ao todo onze, sendo seis delas parte do roteiro original, e as outras cinco foram decididas pelos fãs (vencedores em negrito)

Thor Vs Capitão Marvel
Flash Vs Mercúrio
Namor Vs Aquaman
Jubileu Vs Robin (Tim Drake)
Surfista Prateado Vs Lanterna Verde (Kyle Rayner)
Mulher Gato Vs Elektra

Lutas decididas pelos fãs
Capitão América Vs Batman
Mulher Maravilha Vs Tempestade
Wolverine Vs Lobo
Superboy Vs Homem-Aranha (Bem Rilley)
Superman Vs Hulk

Estes eram os confrontos mais esperados e, ao mesmo tempo, foram os mais decepcionantes. Já que esses confrontos tinham tudo para ser as melhores histórias de todos os tempos.

Nos meses anteriores as publicações dessa série, todos os leitores ficaram doidos para saber como seria. “Poxa, uma luta entre o Hulk e o Super vai ser melhor que A Morte do Super!!!”, ou “uma luta entre o Wolverine e o Lobo… nossa essa vai ser sanguinária!”. 

TODOS esperavam grandes lutas, uma história legal para cada confronto, porque sempre quiseram saber quem é melhor. Mas, infelizmente, as histórias foram muito fracas. não sei se foi porque ambas as empresas estavam em crise nessa época e usaram essas histórias para tentar reerguê-la, mas as lutas foram muito fracas e rápidas demais. Exemplo:

HULK VS SUPERMAN – A luta deles começou no Grand Canyon e, como de se esperar, o Hulk soca o super que cai longe, depois o super volta e soca o Hulk que não sai do Lugar, depois o Hulk soca de novo e o super atira a visão de calor, o Hulk da um socão no chão, ai o super só fala “Tem muita coisa em jogo para eu perder essa luta“, e dá um soco no Hulk, que vai longe e cai um monte de pedras em cima dele. Pronto. Acabou a luta. Super venceu.

Para quem acompanha as hqs… essa luta sempre foi esperada! Todos queriam saber quem é mais forte! Houve outros encontros mais antigos, Hulk e Batman, Homem-Aranha e Superman, X-men e Novos Titãs, e desde essa época, todos esperavam um encontro com os dois fortões de cada universo! Esperavam uma luta talvez com o Super ganhando mesmo, mas uma luta demorada como foi com o Apocalipse, uma luta que demoraria horas, e os dois sofreriam muito. Não uma luta de meros minutos.

Os roteiristas apressaram-se em tentar explicar que apesar da Marvel ter ganhado numericamente, não havia um vencedor específico.

As lutas mais polêmicas foram de Wolverine/Lobo e Mulher Maravilha/Tempestade. Os mutantes talvez tenham ganhado graças à popularidade dos X-Men (na época nas HQS e desenho animado). Durante as lutas, o mendigo libera o poder dentro de Axel, que se torna Acesso, guardião do portal.

Conclusão

Concluindo, acho que, por causa de problemas financeiros, as empresas não exploraram adequadamente as histórias mais esperadas pelos leitores. Poderia ser uma saga que durasse praticamente um ano (como Vingadores vs X-men), e com certeza todos iriam adorar!

Digo um ano, porque teria muito material, muita historia para fazer e só os confrontos bem feitos. Cada um poderia durar o tempo de uma série, como a morte do Superman, porque seriam os melhores contra os melhores, não essa revista com histórias feitas as pressas, não utilizando todo histórico e potencial que poderia ter. Ainda esqueceram de vários heróis que não tiveram confronto, como: Homem de Ferro vs Aço, Coisa vs Ajax, Asa Noturna vs Gambit , Nova vs Ray e muitos mais!

Universo Amálgama

Garras das Trevas, uma fusão de Wolverine e Batman
Garras das Trevas, uma fusão de Wolverine e Batman

Enquanto isso, o Espectro e o Tribunal Vivo, para evitar a destruição de um dos universos, usam seus poderes para fundir os dois universos, se tocando, surgindo, em seguida, o Universo Amálgama (que teve uma pequena série de revistas publicadas) , fusão dos universos Marvel e DC e ainda uma fusão poderosíssima dos dois Irmãos. Dentro desse universo surgem fusões de vários personagens (Garras das Trevas, uma fusão de Wolverine e Batman; Spider-Boy: Homem-Aranha + Superboy ; Supersoldado: Superman + Capitão América), etc.

Spider-Boy: Homem-Aranha + Superboy
Spider-Boy: Homem-Aranha + Superboy
Supersoldado: Superman + Capitão América
Supersoldado: Superman + Capitão América

No fim, um personagem interdimensional que não pertence nem a Marvel nem a DC, chamado Access (ou Acesso), restaura os dois universos.

DC vs Marvel ou Marvel vs DC é uma série limitada publicada pela DC Comics e pela Marvel Comics em 1996. A série foi escrita por Ron Marz e Peter David, com arte de Dan Jurgens e Claudio Castellini.

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Action Figure em promoção 😉

Casamento de Jean e Scott | um dos momentos mais emocionantes dos X-men nas HQs

Wow, o Casamento de Jean Frey e o Scott Summers gerou um dos momentos mais emocionantes da equipe nas HQs: ao final da festa a Jean convida o Professor para uma dança. Como ele é deficiente ele recusa sem graça, mas ela usa seu poder para levanta-lo…

Curiosidade 2: Vocês sabiam que no casamento de Jean Grey e Scott Summers, eles dançaram valsa ao som de “One” do U2? 😍❤ 👇 “Um amor, uma vida. Quando há apenas uma necessidade na noite. Um amor, nós temos que compartilhá-lo. Ele te abandona, baby, se você não cuidar dele.

Curiosidade 3: Wolverine não vai ao casamento, primeiro porque gostava da Jean, e segundo que foi na mesma época que o Magneto tirou o Adamantium dos seus ossos. De quebra ele defende a festa de um vilão.

Confira as imagens abaixo:

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X