Diversos Games

PS5: Sony confirma Retrocompatibilidade, SSD e 8K

Wow, Sony promete preço atraente

A Sony revelou detalhes sobre o PlayStation 5 durante uma reportagem da revista Wired e impressionou com tudo que o console deve trazer. Uma questão que ficou em aberto, porém, foi o preço, afinal, se um computador com suporte para 8K, Ray Tracing e SSD pode sair bem caro, é difícil de imaginar que o videogame acabe chegando com um valor competitivo ao mercado.

Após muitas especulações sobre o custo do produto surgirem, o chefe do desenvolvimento do PS5, Mark Cerny, concedeu mais algumas respostas para a Wired por meio do Twitter falando especialmente sobre o valor do próximo PlayStation.

Acredito que seremos capazes de lançar com um preço sugerido que será atraente para os jogadores levando em conta o avançado conjunto de recursos.

Mark Cerny, chefe de desenvolvimento do PlayStation 5

Ao que tudo indica, a Sony pode ter um lançamento parecido com o Xbox One X, que foi introduzido pela Microsoft como um “console premium”, oferecendo gráficos mais potentes por um preço mais salgado.

Recursos do PS5

O arquiteto do sistema, Mark Cerny, em uma longa entrevista à Wired falou sobre o sucessor do PS4. Cerny confirmou que o futuro console será compatível com jogos lançados para PlayStation 4, terá suporte a gráficos com Ray Tracing, tecnologia de som 3D inovadora e SSD para acelerar o carregamento de games. Cerny também revelou que o PlayStation 5 não chega ao mercado em 2019 (conforme tínhamos adiantado).

Em termos de funcionalidades, o que mais se destaca é mesmo o suporte a jogos do PS4. Ao implementar a retrocompatibilidade, a Sony atende a um pedido da comunidade de jogadores das suas plataformas e entra em paridade com a Microsoft, que suporta jogos de todas as gerações do Xbox nos Xbox One.

A compatibilidade com os títulos do PS4 garante que quem aderir ao PS5 poderá aproveitar sua biblioteca de games no novo console. Além disso, a Sony confirma que o PS5 terá drive para discos.

Em termos de hardware, Cerny confirmou que o novo PlayStation usará processador Ryzen 3000 octa-core uma placa gráfica construída em torno da arquitetura Navi. Ambos os componentes são da AMD e repetem o perfil técnico do PS4, que também usa CPU e GPU da Advanced Micro Devices.

De acordo com Cerny, a nova unidade de processamento gráfico da AMD terá suporte ao chamado Ray Tracing, um tipo de técnica de simulação do comportamento da luz usada em efeitos especiais de cinema e que só recentemente vem chegando aos games. Essa técnica rende gráficos muito mais realistas e é tida como bem exigente da capacidade de processamento de qualquer máquina.

PS VR pode ser descontinuado no PS5 — Foto: Divulgação/Sony

Mark Cerny também adiantou que a Sony aposta muito numa tecnologia de som tridimensional. Na avaliação do arquiteto da Sony, houve pouca evolução em som do PS3 para o PS4 e a intenção da Sony é que o PlayStation 5 tenha capacidade de reproduzir áudio de uma forma muito mais imersiva, dando ao jogador a capacidade de se sentir presente nas cenas dos jogos a partir do som vindo de várias direções. Cerny salienta ainda que, a princípio, nem será preciso comprar equipamento específico para tirar proveito dessa novidade.

Fique por dentro:

Acompanhe todas as atualizações do blog no facebooktwitter e instagram. Loja Virtual: Nerd X

Produtos Gamer: Luminárias e Action Figures
Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.